Tag Archives: internacional

Tendências Internacionais

31 jan

Bom o Verão está acabando, depois da maratona de desfile internacionais, as capitais mundiais da moda – Nova
York, Londres, Milão e Paris – deram seus veredictos sobre o que será tendência na temporada de inverno 2013 do hemisfério norte. Vou citar seis tendências que estarão nos guarda-roupas das mulheres.

Peles e Pelos

O material, na maior parte das vezes verdadeiro, apareceu em casacos e mantôs, além de decorar golas, barras e mangas. Na passarela de Jean Paul Gaultier, surgiu até em versão pink. ahh

Jean Paul Gaultier, Dolce & Gabbana, Dennis Basso e Giorgio Armani.

Clima austero e cores sóbrias

A escuridão dominou as passarelas, criando um clima até mesmo gótico, como visto na Gucci. As coleções trouxeram cartelas de cores restritas, que passearam por preto, cinza e marrom. Além disso, cortes retos conferiram um ar austero aos looks.

Narciso Rodriguez, Guy Laroche, Gucci e Christopher Kane.

Silhueta ampla

A subversão de volumes foi tema de desfiles como Fendi e Proenza Schouler, que brincaram de criar shapes amplos em casacos, mangas e saias. O que também muito se viu nessa temporada internacional foram jaquetas volumosas, domadas por cintos na cintura, como na passarela da Burberry.

Fendi, Proenza Schouler, Burberry e Haider Ackermann.

Sobreposições

A proposta para o inverno 2013 é mais elaborada e moderna quando o assunto são as sobreposições. Grifes de renome como Marc Jacobs, Prada, Louis Vuitton e Chanel apostaram na combinação de casacos, vestidos ou saias e calças de barra encurtada, tudo no mesmo look.

Chanel, Marc Jacobs, Prada, Louis Vuitton.

Mix de materiais

O mix de diferentes materiais conferiu variadas texturas e acabamentos às peças. Lã, principalmente couro e veludo foram os materiais mais usados, o que conferiu charme extra a casacos, jaquetas, saias e vestidos.

Balenciaga, Fendi, McQ e Calvin Klein.

Peplum

O peplum já havia dado as caras, voltou com força total nos desfiles de inverno. O saiote — que acrescenta volume e confere movimento à cintura — apareceu em versões discretas, como no desfile de Roland Mouret, mais rebuscadas, como na passarela da Emporio Armani, e até com pegada arquitetônica, como mostrou Mary Katrantzou.

Emporio Armani, Mary Katrantzou, Prabal Gurung e Roland Mouret.

Espero que tenham gostado??
Beijos Beijos